História - Grupo Senzala

O Grupo Senzala de Capoeira foi formado nos anos 60 por jovens capoeiristas que treinavam sob a liderança dos irmãos Rafael e Paulo Flores Viana. A partir daí, procurou sempre se aperfeiçoar, por meio de contatos com outros capoeiristas, pesquisando metodologias didáticas, e buscando fundamentos com a velha guarda da capoeiragem, em diversas visitas a Salvador, Bahia.
Foi em 1967 que o Grupo, buscando uma maior experiência, inscreveu-se no torneio "Berimbau de Ouro". Para surpresa geral, venceu o torneio por três anos seguidos, conquistando o troféu definitivamente. Além de maturidade, ganhou respeito e destaque nacional. Mais tarde, o Grupo descentralizou-se, com seus membros ensinando em vários lugares, tais como: clubes, academias, comunidades carentes e universidades, reunindo-se por ocasião da formação de novos "mestres" ou graduação de alunos.
O Grupo Senzala acredita que o processo de educação e conscientização do povo está ligado à questão do resgate de sua identidade cultural, sendo portanto imprescindível o conhecimento de nossas raízes.
A Capoeira traz em sua essência elementos que poderão nos dar instrumentos para a obtenção desses objetivos.
Atualmente, a Senzala se expande por vários Estados do Brasil e por muitos países da Europa, como também na America do Norte e, apesar de ter tido milhares de alunos neste período, formou poucos "mestres".
É essa exigência de qualidade e nível técnico, aliada à dedicação e consciência dos valores históricos da Capoeira, que tem feito e mantido o nome "SENZALA" como um dos grupos mais antigo e conhecido do Brasil.